domingo, 29 de agosto de 2010

Evan Perry - Garoto Interrompido

"NUNCA É TARDE DEMAIS"
(Evan Perry)


Sempre que tenho acesso a um programa cultural excelente, fico desolado de pensar que poucas pessoas terão a mesma chance.
Continuarão a ver as bobagens TVGlobais numa Índia de pastiche.


No caso, um documentário da HBO-HD chamado GAROTO INTERROMPIDO (Boy Interrupted), EUA, 2008.
A história real de um inteligente garoto rico de Nova Iorque, portador da doença que antigamente se chamava PSICOSE MANÍACO-DEPRESSIVA e hoje se chama Doença Bipolar. Há poucos anos sequer se reconhecia que esta doença existia em crianças.
Depois de uma traumática vida de internamentos e remédios, aos 15 anos se suicida.


A mãe DANA PERRY é diretora de cinema e o pai também trabalha na indústria de filmes. Ela é a diretora do documentário, feito com um vasto acervo da vida do personagem.
Um filme enormemente sensível, num tema hiperdelicado e feito por pessoas de grande tato e coragem.
A morte de um filho adolescente nestas circunstâncias é um dos eventos mais dolorosos que algum ser humano pode viver.
Encontrar forças prá continuar, entender o inexplicável ato e dividir com os outros tudo isto, é um grande exercício de sentimento.


O filme nunca foi lançado no Brasil, prá variar. É uma produção HBO, que tem apresentado uma série de documentários de tirar o chapéu.
As fotos são de divulgação do filme.



" Conversar... realmente ajuda.
Um dos principais problemas de doença mental e suicídio é a relutância em falar sobre eles. Como se fossem uma deficiência de caráter e não uma doença verdadeira, como na realidade é."
de uma entrevista com a mãe e diretora do filme DANA PERRY,
do site de divulgação do filme.

POR José Carlos Cordeiro Freire

4 comentários:

katia disse...

EU VI E RECOMENDO NÃO SÓ AOS ESTUDANTES DE PSICOLOGIA, COMO A TODOS...IMPERDÍVEL!!!!

xoxoLucasJoia disse...

Acabei de assistir o filme. Praticamente adorei, e minhas condolências a Familia Perry. Confesso que achei o Evan um Gato, nossa que garoto lindo!

xoxoLucasJoia disse...

Acabei de assistir o filme. Praticamente adorei, e minhas condolências a Familia Perry. Confesso que achei o Evan um Gato, nossa que garoto lindo!

xoxoLucasJoia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.